os melhores quebra-cabeças deslizantes gratuitos on-line

Actualmente jogado

quebra-cabeças deslizantes mais populares

últimos quebra-cabeças deslizantes

categoria recomendada - natal

O Natal é uma festa anual que comemora o nascimento de Jesus Cristo, observada principalmente em 25 de dezembro como uma celebração religiosa e cultural entre bilhões de pessoas em todo o mundo. É precedido pela época do Advento e inicia a época do Natal, que historicamente dura doze dias no Ocidente, culminando na Décima Segunda Noite; em algumas tradições, a celebração cobre uma oitava. O Natal é um dia de folga do trabalho em muitos países do mundo. É celebrado religiosamente pela maioria dos cristãos, bem como culturalmente por muitos não cristãos, e é parte integrante da época do Natal. A narrativa tradicional do Natal no Novo Testamento diz que Jesus nasceu em Belém de acordo com a profecia messiânica. Quando José e Maria chegaram à cidade, a pousada não existia, e por isso foi oferecido um estábulo onde logo nasceu o Menino Cristo, e os anjos pregaram essa notícia aos pastores, que então espalharam a informação. Os rituais associados ao Natal em diferentes países têm uma mistura de temas e fontes pré-cristãos, cristãos e seculares. Os costumes modernos populares deste feriado incluem distribuir presentes, reabastecer o calendário do Advento ou uma coroa do Advento, música e canções natalinas, iluminação rica, criação e visualização de presépios de Natal, troca de cartões de Natal, serviços religiosos, refeição especial, árvores de Natal decoradas, guirlandas, visco e azevinho. Além disso, a figura do Papai Noel está intrinsecamente ligada a essas festas, levando presentes para as crianças. Como a oferta de presentes e muitos outros aspectos do Natal estão associados ao aumento da atividade econômica, o feriado se tornou um evento importante e um período de vendas chave para varejistas e empresas.

tag em destaque - história

As fábulas (em latim: fabula, "história", "jogo ou narrativa") são composições literárias curtas, escritas em prosa ou versos em que os personagens são animais que apresentam características humanas (como falar), muito presente na literatura infantil. As fábulas possuem caráter educativo e fazem uma analogia entre o cotidiano humano com as histórias vivenciadas pelas personagens, essa analogia é chamada de moral e geralmente é apresentada no fim da narrativa.O que difere a fábula dos demais gêneros metafóricos (apólogo, alegoria, parábola) é a presença do animal numa posição comumente associada a seres humanos. O caráter de narrativa de tradição oral é assegurado pela íntima ligação que ela possui com a sabedoria popular. Outro aspecto que fortalece essa ligação é a própria origem da palavra fábula. Ela vem do verbo fabulare, que significa narrar ou falar. É deste próprio verbo que surge o atual verbo falar em português.Considera-se que as fábulas tiveram origem no Oriente e pertenceram aos assírios e babilônios, mas foi Esopo, escravo da Grécia antiga que viveu no século VI a.C., que a desenvolveu. O francês Jean de La Fontaine foi um grande divulgador das fábulas de Esopo. Fontaine reescrevia as fábulas para fins educativos e caracterizava as personagens de acordo com suas aparências. Mesmo que tenham sido desenvolvidas por Esopo, a origem das fábulas antecede os gregos: provérbios sumérios, escritos cerca de 1500 a.C., já compartilhavam semelhanças com as fábulas gregas. Esses provérbios já incluíam em suas narrativas animais antropomórficos e uma lição moral; as narrativas também eram curtas e diretas, e embebiam a moral no final da história.